Eixo Formação Ativa

Fazendo parte do Eixo Formação Ativa, do Projeto Educacional do Município, a Prefeitura de Comendador Levy Gasparian realizou Formação com as professoras da Educação Infantil do mês de junho no dia oito, às 18h pelo Meet. O encontro foi dividido em dois momentos: primeiro sobre PEDAGOGIA DE PROJETOS, com a coordenadora Daniela Almada, e no segundo com o PROJETO DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL, com a neuropsicopedagoga Roseane Nogueira.

Dentro da proposta do projeto de Pedagogia de Projetos, a coordenadora Daniela de Carvalho Almada destacou o desafio em educar nossos alunos após dois anos fora da escola de forma presencial. A meta é criar condições para que as crianças expandam seus conhecimentos através de experiências e estejam envolvidas na pesquisa. Neste sentido, professores e estudantes tornam-se pesquisadores e construtores de sua prática.
A educação infantil, primeira etapa da educação básica, corresponde à etapa fundamental no desenvolvimento de uma criança, por isso o trabalho deve estar pautado no lúdico e na inserção de metodologias no município que propiciem a continuidade da criatividade, da curiosidade, naturais nesse período. O projeto substitui as rotineiras tarefas de treino e repetição, criando um ambiente de investigação e solução de problemas. E quais os principais passos da elaboração do projeto? Inicia-se pela delimitação da faixa etária das crianças envolvidas.
Passa-se pela definição do problema ou pelo tema gerador, que será o detonador do projeto, pelos objetivos, pela metodologia, pelos recursos utilizados, os espaços disponíveis, os profissionais envolvidos, finalizando com a avaliação deste. Finalizou-se esse momento ressaltando que, desde a elaboração até a avaliação do projeto, a pesquisa é constante. Esse trabalho em nossa rede está sendo apresentado nessa reunião a toda equipe da educação infantil de Comendador Levy Gasparian, que agendando com cada escola a visita da coordenação para uma visita prática sobre PEDAGOGIA DE PROJETOS.
No segundo momento, Roseane Nogueira iniciou sua fala destacando a importância do autocuidado do professor para ter estrutura para cuidar dos seus alunos. Saber lidar com as emoções, plantar a semente do autoconhecimento, perceber-se. Identificar o que te motiva e descobrir que a felicidade está nas relações.
Trabalhar habilidades socioemocionais é uma exigência da BNCC, uma vez que os professores lidam com muitas defasagens na aprendizagem de alunos, justamente pela falta de rotina, com os medos, com os conflitos internos, com a alta defasagem na coordenação motora grossa, motora fina, linguagem e leitura gerados também pela falta de interação social.
O foco do nosso projeto de INTELIGÊNCIA EMOCIONAL do município é auxiliar nas habilidades afetivas e emocionais dos docentes e discentes, como: trabalho coletivo, respeito as opiniões dos outros, colaboração, convivência, capacidade argumentativa e convivência com as frustrações, os erros e os acertos.

Encerrou-se o encontro com a participação de 40 profissionais da equipe, almejando que aprendam a fazer uma gestão melhor de sua turma de alunos, além de aprender novas práticas educacionais, buscar meios de se atualizar em meio a tantas dificuldades. A troca de experiências e a troca de conhecimentos práticos que essa nossa formação nos proporciona, além de ser uma exigência do século XXI, com a qual o atual prefeito Claudio Mannarino está antenado.

 

Link permanente para este artigo: https://levygasparian.rj.gov.br/eixo-formacao-ativa/

Skip to content